Qual a diferença de consumo entre o ar condicionado e o ventilador?

30 de abril de 2014 | Sem Comentários Voltar

Para amenizar o calor e se refrescar nos dias quentes, é comum recorrer a aparelhos. Hoje, as opções mais comuns e populares no mercado são os ventiladores e condicionadores de ar. Na hora de escolher a melhor solução, um dos principais pontos levados em conta costuma ser o consumo energético de cada equipamento.

Depositphotos.com/sbotas Aparelhos de ar condicionado são mais eficazes na climatização e, portanto, consomem mais energia.

Para calcular este consumo, é preciso conhecer a potência de cada aparelho. Essa informação pode ser encontrada no manual. O Inmetro, responsável pela certificação e avaliação da eficiência energética de eletrodomésticos e eletrônicos, também disponibiliza em seu site essa especificação – assim como a classificação Procel de ventiladores e condicionadores de ar. O cálculo do consumo médio de energia é feito da seguinte maneira:

Apesar de ser significativa a diferença no consumo de energia, é preciso entender que estes dois aparelhos possuem diferentes formas de ação para amenizar os efeitos do calor. O ventilador funciona potencializando a circulação e dispersando o ar quente, enquanto o ar condicionado é o único capaz de realmente resfriar o ar, ou seja, baixar a temperatura do ambiente – geralmente em 10 ou 12 graus.Portanto, no caso de um ventilador de 45W de potência – capacidade mais comum destes aparelhos –, utilizado 8 horas por dia durante todo o mês, o consumo médio será de 10,8 KWh/mês. Já um ar condicionado do tipo Split, de 7.500 BTU e 770W de potência, com essa mesma rotina de uso, consumirá 184,8 KWh/mês.

Os condicionadores de ar, portanto, são opções mais eficientes para o resfriamento de ambientes, sejam estes domésticos ou comerciais. Além disso, é possível aproveitar as vantagens deste aparelho, sem sentir o peso na conta de luz. Hoje, muitos modelos são desenvolvidos levando-se em conta aspectos que garantam economia e eficiência energética.

O primeiro ponto na escolha de um aparelho econômico é conhecer as condições e necessidades de cada ambiente, para definir a capacidade correta e evitar soluções subdimensionadas – que não oferecerão o conforto desejado – ou superdimensionadas – que acarretarão maiores custos. Também é importante ficar atento ao coeficiente de rendimento (COP) e ao selo Procel, que indica a eficiência energética dos equipamentos. Há ainda as opções com tecnologia Inverter, inovação que garante até 30% de economia de energia.

Compartilhe este artigo
Nenhum comentário sobre "Qual a diferença de consumo entre o ar condicionado e o ventilador?"
Deixe um comentário